segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Audiência Pública

Audiência Pública: classe estudantil e autoridades discutem estratégia para trazer Unifesspa

image

Não vou deixar vocês sozinhos, disse Darci à Plateia de alunos e pais

Não será por falta de mobilização que Parauapebas ficará sem o campus da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). Na última quinta-feira, 08, classe estudantil e autoridades estiveram reunidas em audiência pública, na quadra da Escola Chico Mendes, para traçar estratégias que visam a colocar a capital do minério entre as cidades que serão beneficiadas com a instalação da Unifesspa.

Parauapebas ficou fora do projeto inicial. O prefeito Darci Lermen afirmou que se sentiu “traído” quando soube da decisão do Ministério da Educação (MEC). “Fizemos tudo o que precisava ser feito, designei uma pessoa do meu gabinete, o professor Leônidas, que vocês conhecem bem, para ter a missão exclusiva de acompanhar o desenvolvimento do projeto”, disse.

image

Em apoio aos estudantes, Raimundo Neto falou que Parauapebas tem méritos suficientes para receber a Unifessp

O prefeito não se limitou a falar apenas sobre a Unifesspa. Destacou “os avanços da educação básica no município”, mas ressaltou que Parauapebas “merece muito mais” e lamentou a ausência do Governo do Estado. “Precisamos há muito tempo também de um campus da UEPA (Universidade Estadual do Pará)”.

Darci parabenizou os estudantes e prometeu apoio à luta. “Vamos entrar juntos nessa fogueira, eu não vou deixar vocês sozinhos”.

O secretário municipal de Educação, Raimundo Neto, também manifestou apoio aos estudantes e falou das “várias frentes em que o governo tem atuado para garantir aos jovens de Parauapebas o acesso à faculdade”.

“Estamos atuando fortemente para a implantação do campus da Universidade Federal Rural da Amazônia. Mas tenho certeza de que nós merecemos mais, pois entendo que a criação de uma universidade não deve excluir a criação de outra. Além da Ufra, temos méritos suficientes para receber também a Unifesspa”, disse.

image

Cheio de otimismo, o deputado Claudio Puty disse que Parauapebas é uma cidade vitoriosa

Da plenária surgiram opiniões variadas. Dos mais exaltados veio a de greve de fome; outros propuseram fechar a portaria da Vale e interditar a estrada de ferro; mas, no final, o que prevaleceu mesmo foi o otimismo, graças à ideia do deputado federal Claudio Puty (PT). O congressista trouxe à luz o compromisso de uma emenda parlamentar. A alternativa já havia sido colocada em Brasília, em reunião com o prefeito Darci e o secretário Raimundo Neto.

Segundo Puty, “Parauapebas é uma cidade vitoriosa. Nós vamos conseguir trazer o campus porque não é uma vaidade do prefeito, é um apelo popular, é o povo que quer”. O deputado aposta numa estratégia suprapartidária. Segundo ele, toda a bancada do Pará estará envolvida, independente de sigla partidária. “Os partidos de oposição ao governo Jatene estarão juntos com os que fazem oposição à Dilma lutando para trazer a Unifesspa”, resumiu.

Ascom PMP

7 comentários:

Anônimo disse...

kd O lÉO COMPANHEIRO!!!!!!!

Anônimo disse...

Bacana foi a vaia que o prefeito Darci levou. Ele merece.

Anônimo disse...

Muito interessante esta matéria, pois ao invés de abrir espaço acaba por cassar a voz dos protagonistas, de verdade, de toda essa movimentação, ou seja, os maiores interessados, o maior articulador e entusiasta e, calro, os do contra.

Parece aquelas estórias em que só entram na festa quem se quer agradar, massagear o ego, ou puxar mesmo o saco e aí surge a pergunta para que isto mesmo? o que se ganha com isto?

Deixando isto de lado vamos a uma avaliação dos protagosnistas:

RAIMUNDO "CRUELDADE": chegou na reunião do MEC e não abriu a boca, nem pra bocejar e ainda por cima nada fez e nada faz para apoiar os estudantes;

DARCI: chegou na reunião com dois coleguinas (Ernandes e Orana) e como o Raimundinho nada disse, nada fez, a não ser nomear o Leônidas Mendes para cuidar do caso, como consta na matéria;

PUTY: foi o primeiro a ter inteligência e sensibilidade para agir e propor uma solução para o imbróglio, merece reconhecimento e espaço de fala maior do que o dado até aqui e dele depende um bocado o desfecho;

PAULO ROCHA: convidado de DARCI, foi a reunião só pra dizer ser contra a criação do CAMPUS, como se sua opinião de ex-deputado, ex-mensaleiro e ex-candiato ao senado valesse de alguma coisa;

ANA JÚLIA: mais uma convidada de DARCI, que foi a reunião para dizer que "não se perde o que nunca teve", realmente uma lástima;

L. COSTA: Sec. Exc. do MEC elemento despreparado e de rara estupidez até na hora enrolar os outros, foi o irresponsável por oferecer aos nossos irmãos e filhos a possibilidade de serem apenas peões da VALE e suas contratadas;

LEÔNIDAS MENDES: este desde sempre enfiou debaixo do braço o projeto do CAMPUS DA UNIFESSP e saiu de porta em porta, e com quem encontrasse pelo caminho convencendo, argumentando e brigando pelo CAMPUS, nestes blogs de açúcar sequer uma linha para o moço, nenhum reconhecimento, zero, por que será heim?! Algum medo de 2012?

ESTUDANTES DOS GRÊMIOS (ELTON, ALINE, ARMANDO, RICARDO, ETC) E MOVIMENTO ESTUDANTIL (REBECA, SIMONE, GUTEMBERG): verdadeiros heróis da resistência, coragem e disposição para arrancar com as unhas o agora tentam lhes tirar: uma possibilidade de futuro melhor para si e para seus colegas, irmãos e irmãs de parauapebas e região que necessitam e merecem estudar e transformas para melhor suas realidades.

Nossos blogueiros necessitam ser menos parciais e mais atento ao "vento das ruas".

Wanterlor Bandeira disse...

A postagem acima é de responsabilidade da Ascom da Prefeitura Munchica de Parauapebas. Não reflete o pensamento do Blogger.

Aline Alves disse...

vaia? não ví vaia.
A audiência foi uma conquista de todo o movimento. Todos que participaram estão de parabéns. A luta não para por aí. Não podemos esquecer a aparição do prefeito Darci, essa foi demais, quase inacreditável mas ele esteve presente e apoia a causa. A luta continua. Para os canhões dos que criticam e não acreditam na luta, as flores dos que acreditam.

Anônimo disse...

Longe da cidade a quase 10 anos,parece que estou vendo A Bel nos áureos tempos.

Aline Alves disse...

Atenção pessoal. Sociedade em geral. As coletas de assinaturas serão até dia 19 deste mês. Está sendo coletado assinaturas em frente a Câmara Municipal, na UGESSP e na rua do comércio no perímetro da praça do rio verde até a rua Rio de Janeiro. Assinem gente, precisa do número do RG e de desejo por dias melhores.
A sua assinatura pode mudar o seu futuro e o de muita gente.
Estamos lutando para ESTUDAR.
Abraçe essa causa, UNIFESSPA JÁ.