sexta-feira, 1 de junho de 2012

Vale completa 70 anos de operações

A Vale completa 70 anos de operações nesta sexta-feira, 1º de junho. A companhia iniciou suas operações em 1942, com a produção de minério de ferro na cidade de Itabira, Minas Gerais. Hoje é a segunda maior mineradora do mundo e a maior empresa privada da América Latina. Com sede no Brasil e atuação em 38 países, a empresa emprega atualmente mais de 138 mil pessoas, entre profissionais próprios e terceirizados.
Maior produtora mundial de minério de ferro e a segunda maior produtora de níquel, a Vale produz ainda cobre, carvão, manganês, ferro-ligas, fertilizantes, cobalto e metais do grupo da platina. Além disso, atua também no setor de Logística, Siderurgia, Energia e Fertilizantes.

Todas as atividades da Vale são guiadas por uma política de transparência, respeito ao direito dos acionistas, proteção ao meio ambiente, desenvolvimento dos empregados e melhoria da qualidade de vida nas comunidades em que opera. A empresa acredita na inovação, como base do desenvolvimento, para criar a mineração do futuro e alcançar a visão de ser a maior e melhor mineradora do mundo

A Vale no Pará

No Pará, no município de Parauapebas, está localizada a Província Mineral de Carajás, que engloba a operação simultânea de quatro minas a céu aberto: N4E, N4W, N5E e N5W e uma em fase de abertura, que é a de N5 Sul. Atualmente, a mina de Carajás é a maior produtora de minério de ferro em operação do planeta.

Também sai do Pará, a maior linha férrea de passageiros do Brasil, a Estrada de Ferro Carajás (EFC), com 892 quilômetros de extensão passando por 25 municípios até São Luis, no Maranhão. O trem de passageiros beneficia cerca de 1.100 pessoas diariamente entre os dois estados. Pelo mesmo trajeto, segue o maior trem de carga do mundo, com 330 vagões, que além do minério de ferro, transporta manganês, ferro gusa, cobre e carga geral, como soja e combustível.

A atuação e crescimento da Vale na região reflete diretamente no desenvolvimento de seus parceiros. Em 2011, as compras da Vale no Pará  atingiram o patamar de mais de R$ 5,9 bilhões. O valor representa 16% de todas as compras da Vale realizadas no Brasil, que no  ano passado alcançou a marca de R$ 36 bilhões.

As operações da Vale no Estado garantem ainda muitos postos de trabalho na região. No terceiro trimestre deste ano, a empresa encerrou o período com mais de 19 mil postos de trabalho entre próprios e terceiros permanentes no Estado. Além disso, a empresa mantém outras cerca de 9 mil vagas em projetos que estão em fase de implantação na região, fora as oportunidades de emprego que os empreendimentos da empresa geram de forma indireta na regiões onde atua.

*Inclui investimento e custeio.

Assessoria de Imprensa Vale

Um comentário:

Damilson Barros disse...

Para além das mágoas de uns e da astúcia atribuída a outros, o processo sucessório em Parauapebas, anda carente de discussões sobre o que realmente interessa ao povo, aos moradores da nossa querida cidade. É natural que as costuras políticas predominem por algum tempo, mais não podemos perde de vista os nossos problemas (água, água, água, água, água, água, água, água).
Ainda mais porque o prefeito Darci x Bel x Coutinho, até então pré-candidato à Prefeito, é alvo de uma agitada operação que, que quer conduzir um novo mandato de Darci x Bel.
Mas já está passando da hora de se conhecer propostas ou pelo menos ideias de soluções para os nossos problemas (SAÚDE, SAÚDE, SAÚDE, SAÚDE, SAÚDE, SAÚDE, SAÚDE, SAÚDE) problemas que surgiram ou se agravaram ao longo das duas ultimas gestões.
As articulações que irritam o prefeito, internamente no PT de uma terceira via dentro do próprio PT, secretário de educação, Raimundo Oliveira Neto, fez com que Coutinho acionasse o seu PRINCIPAL CABO ELEITORAL DARCI, convida todos do PT para uma festa! Os mesmos se fizeram presente sem muito encantamento, PELO CABO ELEITORAL DARCI. Pelo menos aparentemente, o episódio é tratado como mais uma tentativa de dá unidade interna ao PT.
O nosso grito cidadãos, ainda que não se mobilizaram para reclamar das limitações existentes no transporte público, da sujeira nas ruas, da ocupação desordenada das calçadas, da falta de água, Saúde e tantos outros, estamos mesmos querendo conhece os projetos do PT, daqueles que dizem querer ser prefeito, ou de dá continuidade ao do Darci?
Afinal, bem mais importante do que simplesmente sonhar com o cargo é utilizar este cargo para tornar real os sonhos depositados nas urnas. E estes são muitos.
No PSD, que segue com as maiores chances de conquistar o mandato, esse tem afirmado sua gestão será melhor que a de Darci, os números mostra que a população está insatisfeita com a atual gestão e com o seu prefeito Darci. Aguardemos e torçamos, para Valmir!!!!