quinta-feira, 31 de maio de 2012

Até que a morte o separe

Vejam que coisa:

PT e PMDB de Parauapebas marcaram a data do casamento

Casamento com direito a Padres e Pastores, que abençoarão união de José das Dores Coutinho do PT e Bel Mesquita do PMDB

Para quebrar o clima de animosidade e para apresentação dos noivos foi marcado para logo mais as 19 horas na casa oficial do nosso alcaide um jantar  com muito vinhos chilenos e argentinos e bom churrasco gaúcho. 

Presentes, os candidatos a vereadores do PT e toda executiva municipal do partido.

Veja como o mundo dar voltas:

Antes, adversários

Hoje, aliados

(Os sinais dos tempos não são muito alvissareiros)

No final da cerimônia os padres e pastores abençoarão  à aliança, e dirão em alto e bom som: “Na alegria e na tristeza e até que a morte o separarem”

Amem!!!

3 comentários:

Damilson Barros disse...

O PT depois das prévias estará rachado, mas tem possibilidades de ganhar a eleição,porém, se a oposição souber tirar preveito deste racha, pois irá aparecer os “defeitos” e “acusações” de cada Tendencia Petista, poderá sair vitoriosa na eleição.

Damilson Barros disse...

A corrida sucessória em Parauapebas tem se passado em dois níveis: um real e um fantasioso que, como tal, movimenta e apimenta os bastidores da disputa, isso é natural.
No primeiro, se vê em curso a operação do PT – aí, entende-se o Palácio dos Ventos do PT – destinado a acabar com o projeto de Valmir.
O outro, o fantasioso, é construído por declarações daqueles, mesmo tendo papel decisivo no processo e agindo para fazer valer seus interesses, se querem isentos e alheios ao que se desenrola.
Mas… ME ENGANA QUE EU GOSTO. Tenho conversado com atores que cuidam do que é “realidade” e do que é transformado em fábula, com direito a lição de moral e tudo foi assim no rega bofe, na casa do Prefeito Darci x Odilza, muitos puxões de orelhas na coordenação e militantes, as falas eram sempre PORQUE ESTAMOS ATRÁS NAS PESQUISAS? levamos todos esse tempo para chega aqui e agora entrega o um empresário quebrado!
E uma coisa é certa: não tem santo nessa história, que reverta essa cousa. Nem fada nem gnomo. Há sim o jogo pesado da política que, naturalmente, será ganho pelo lado mais forte, para mim a do Estado.
Os fatos já falam e falarão por si. Sempre foi assim e assim será.


Damilson Barros

Damilson Barros disse...

O Prefeito
Ton Oliveira

Mamãe, agora eu quero ser prefeito
Garanto que vou me candidatar
Do jeito que já sei mentir bastante
Acho que de hoje em diante minha vida vai mudar

Pra quem me apoiar eu dou abraço
Se fala mal de mim eu dou dinheiro e ele muda
E vai ficar tudo do mesmo jeito
Se eu ganhar para prefeito
É o mesmo “deus nos acuda”

(e vai ficar tudo do mesmo jeito)
(se eu ganhar para prefeito)
(é o mesmo “deus nos acuda”)

É a cidade esburacada (ai ai ai)
E o povo vivendo mal (ui ui ui)
Mas quando a coisa ficar preta
Eu invento uma micareta
E faço aquele carnaval

Trago um conjunto da bahia (ai ai ai)
Pago mais do que ele merece (ui ui ui)
Se pagar 100 digo é 500
Desviando os 400 meu saldo banqueiro cresce

Ai o povo esquece tudo (ai ai ai)
E no embalo desse som (ui ui ui)
A cidade fica feliz
E ainda tem gente que diz:
“eita, que prefeito bom!”

(a cidade fica feliz)
(e ainda tem gente que diz:)
(“eita, que prefeito bom!”)
3 anos atrás Denuncie